Gestão eficiente, altos índices de aprovação e transparência: isso tudo é sinônimo de ICIPE.
Gestão eficiente, altos índices de aprovação e transparência: isso tudo é sinônimo de ICIPE.

Quem somos

Gestão eficiente, altos índices de aprovação e transparência: isso tudo é sinônimo de Icipe. O Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada é uma organização social (OS) criada para administrar o Hospital da Criança de Brasília José de Alencar (HCB), fundado em 2011. É definido juridicamente como uma associação de direito privado, sem fins econômicos ou lucrativos. Foi criado em 22 de maio de 2009 pela Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) para promover assistência à saúde através de serviços hospitalares e ambulatoriais, com ênfase também no ensino e pesquisa na área.

O HCB pertence à saúde pública do Distrito Federal e tem apoio de diversos segmentos da sociedade, como empresários, associações, instituições, grupos organizados e indivíduos. Foi assim que a instituição conseguiu realizar, somente nos seus primeiros cinco anos, mais de 2,5 milhões de atendimentos: com uma gestão experiente e qualificada, suporte da população e dedicação das mães e pais de pacientes.

A cada mês, mais de mil novas vagas de 17 especialidades são oferecidas pela Central de Regulação do Distrito Federal e, assim, desde sua criação, mais de 30 mil famílias de crianças e adolescentes com doenças graves são beneficiadas pelo HCB.

A Abrace oferece, desde 1986, assistência social para crianças e adolescentes com câncer e doenças hematológicas, com dificuldades socioeconômicas, promovendo qualidade de vida e colaborando para a promoção de condições ideais de tratamento e resgate da saúde do paciente.

Na Abrace, todo o corpo diretor e a própria presidência são formados por voluntários. A instituição é mantida, exclusivamente, de doações da comunidade. São empresas parceiras, pessoas físicas e jurídicas e apoiadores que, solidariamente, garantem o custeio e continuidade do trabalho assistencial da instituição.

Formação

A criação do Icipe foi prevista no Convênio nº014/2004, assinado entre a Abrace e a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF). Sua formação contou com profissionais de ampla experiência em gestão de serviços de saúde, o que refletiu na sua capacidade técnica para promover qualidade de vida dentro do HCB.

Início de tudo, a Abrace foi fundada em 1986 como uma instituição filantrópica, declarada de Utilidade Pública Federal, pelo Decreto de 04.07.91 e Utilidade Pública no Distrito Federal pelo Decreto nº 20.066 de 04.03.99. A obtenção da declaração de Utilidade Pública é requisito para a concessão do Certificado de Entidade com Fins Filantrópicos, solicitado por meio do Ministério da Justiça.

A Abrace possui ainda a Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social – CEBAS, concedida pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS. A certidão é o documento que comprova que a entidade se encontra em situação regular, podendo ser concedidos os benefícios junto aos demais órgãos da administração pública, contribuição patronal de INSS, CSLL, COFINS, PIS/PASEP, CPMF e isenções.

Para garantir o profissionalismo, a diretoria da Abrace utiliza ferramentas de gestão adotadas por empresas, como planejamento estratégico e planejamento orçamentário. Para a instituição, transparência e ética são fundamentais. Por isso, a Abrace é auditada, anualmente por auditoria independente, além de prestar contas para o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Ética

O Icipe é reconhecido nacionalmente como uma Organização Social comprometida e transparente. Hoje, faz parte do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross), grupo de 20 organizações de excelência na gestão e na assistência à saúde. Juntas as organizações buscam informar e mobilizar a sociedade em favor da melhoria da qualidade dos serviços prestados aos usuários da rede pública, difundir as boas práticas de gestão, colaborar para o aperfeiçoamento das normas estabelecidas para a parceria entre as organizações e os governos, promover estudos e pesquisas e zelar pelos valores universais do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Icipe atua no rigor da lei, obedecendo todos os trâmites necessários para uma gestão eficiente, transparente e responsável na aplicação de recursos de toda natureza, sejam públicos ou privados. Por isso, são divulgados mensalmente os números de atendimentos realizados pelo Hospital e um resumo do relatório que inclui, ainda, informações sobre o valor que o Hospital da Criança de Brasília custou ao Governo do Distrito Federal (GDF).

História

Tudo começou há mais de 30 anos, com a criação da Abrace. Uma instituição formada por um grupo de pais e mães de crianças portadoras de câncer, cujo sonho era ajudar outros lares marcados pela exclusão social. Com esforço e mobilização, conseguiram erguer um centro especializado, com recursos plenos e gerenciamento eficiente para o tratamento integrado e multiprofissional da criança e do adolescente.

Então em 2000, o Governo do Distrito Federal designou o terreno para construção do centro: uma área de 7.200 m² onde foi erguido o primeiro bloco do que viria a ser o Hospital da Criança de Brasília José Alencar. Um local onde seria oferecida saúde pública e de qualidade para as crianças e adolescentes com doenças graves do DF cujos atendimentos seriam feitos integralmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Em 2008, o primeiro bloco do Hospital estava totalmente construído, porém, quem iria administrá-lo? Pelo acordo da Abrace e da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF), a solução seria criar uma Organização Social (OS) com funcionários de ampla experiência e formação na gestão de serviços de saúde. E assim foi feito em 22 de maio de 2009.

A Abrace reuniu pessoas comprometidas com a saúde pública de qualidade que, juntas, criaram uma organização social sem fins econômicos ou lucrativos. O Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe) nasceu com o propósito de prestar serviço de saúde humanizado, organizado, tecnológico e eficiente para a população, também desenvolvendo a área de ensino e pesquisa. O Icipe foi então qualificado como OS em 10 de junho de 2011 por meio de um decreto governamental, e vem cumprindo sua missão até hoje, tendo realizado mais de 2 milhões e 717 mil atendimentos até o início de 2018.

Timeline

Fundação da ABRACE

1° de maio de 1986
1995

Identificada a necessidade de construção de um espaço dedicado às crianças com câncer e hemopatias e iniciadas as discussões, em conjunto com a Secretaria de Saúde do DF (SES/DF).

Designado o terreno da SES/DF para construção do Hospital.

2000
19 de maio de 2004

Assinado o Convênio nº 14/04-SES/DF-DF entre a Abrace e o Governo do Distrito Federal (GDF), por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde (SES/DF), tendo por objeto a construção do hospital pediátrico; a Abrace intensificou as ações para captação de recursos financeiros para a construção do Hospital.

Iniciadas as obras do Bloco 1.

Maio de 2005
Dezembro de 2008

Concluídas as obras do Bloco 1.

Constituição do Icipe – Instituto de Câncer Infantil e Pediatria Especializada, em cumprimento ao inciso “j” da Cláusula Quarta do Convênio nº 14/04-SES/DF-DF.

22 de Maio de 2009
13 de Julho de 2009

Ofício ABRACE 93/2009, disponibilizando à SES/DF o prédio já concluído, em conformidade com a Cláusula Segunda, item “d” do Convênio nº 14/04-SES/DF-DF.

Icipe foi registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM-DF) sob o nº 2.2-DF-2830-09.

09 de Novembro de 2009
08 de Dezembro de 2009

Pedido de qualificação do Icipe como Organização Social (OS) encaminhado à Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão do DF (Seplag) – processo 41 000 2687/2009 GDF/Seplag.

Projeto Básico do Hospital entregue na SES/DF, autuado em 18.02 e distribuído para parecer das áreas técnicas.

12 de Fevereiro de 2010
22 a 30 de Março de 2010

Desenvolvido plano de operacionalização do Hospital.

Icipe foi qualificado como Organização Social na reunião do Conselho de Gestão das OSs realizada em 26.03.2010 - Decreto 31.589, publicado no Diário Oficial do DF (DODF) 73 de 16.04.10, seção1, página 4.

14 de Abril de 2010

Aqui, gestão eficiente
resulta em satisfação

Todos os meses, o HCB realiza uma pesquisa interna de satisfação entre os usuários e os índices são sempre acima de 90%!

Veja alguns depoimentos sobre o Icipe e o Hospital de alguns deles:

Além disso, em setembro de 2016, o Icipe contratou um levantamento independente para avaliar a satisfação dos funcionários. Confira os resultados:

Pretende trabalhar no hospital por muito tempo ainda​

Sente orgulho em contar para outras pessoas que trabalham no HCB​

Confia e acredita no trabalho da Instituição​

Administração/HCB – Gestão Eficiente

Investindo não só em eficiência, mas em competência, modernidade e tratamento mais humano, O Icipe demonstra na prática que a otimização de recursos garante retorno de 98,8% de satisfação dos usuários e 86% dos funcionários.

Um dos exemplos do rigor no uso dos recursos públicos administrados pelo Icipe está na economia de R$ 6 milhões com a negociação dos melhores preços pelo Setor de Compras do hospital. Essa política permite a aquisição de equipamentos de ponta que, associados ao tratamento de excelência e humanizado, fazem do Hospital uma referência mundial em pediatria gratuita.

O Icipe procura elevar constantemente os padrões de qualidade do trabalho desenvolvido no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) para alcançar as melhoras práticas de gestão e os melhores resultados assistenciais. Grupos de diretores e coordenadores, supervisores e assessores se reúnem regularmente para o compartilhamento de informações e para a tomada de decisões, o que é chamado de Gestão Compartilhada. Além disso, o Hospital também faz ações para motivar todos a adotarem padrões de organização que resultem na maior segurança de processos.

Conheça mais sobre nossa forma de organizar as categorias de associados:

FUNDADORES

São pessoas físicas ou jurídicas signatárias da Ata de Constituição do Instituto

EFETIVOS

São pessoas físicas ou jurídicas que tenham permanecido, por no mínimo, três anos no quadro associativo como associados colaboradores e que, neste período, tenha contribuído de forma relevante para a consecução do objeto social do Instituto.

COLABORADORES

São pessoas físicas ou jurídicas que pretendam colaborar para a materialização do objeto social do Instituto e que contribuam financeiramente de forma regular, pelo período mínimo de dois anos para o alcance do objeto social do Instituto, com valores mínimos estabelecidos pela Assembleia Geral

Veja como tudo acontece na prática